quarta-feira, 21 de setembro de 2011

REGIÕES AUTÓNOMAS

NÃO CONSIGO DEIXAR DE ESTABELECER ESTE PARALELISMO ENTRE A ILHA DA MADEIRA E O MEU PÉNIS:



Ambas são regiões autónomas.
No entanto a sua autonomia está altamente dependente do fluxo de capital/sangue "injectado" pelo Governo Central.
Felizmente o meu pénis não tem nenhum chato arrogante a mandar nele á um porradão de anos, como a Madeira tem um Alberto João!

NOTA: Não tem nem um como o Alberto nem nenhum, hã!... Que não se faça nenhuma interpretação errónea!

:)

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

segunda-feira, 11 de julho de 2011

UPDATE DE PROVÉRBIOS - REDES SOCIAIS III

NÃO COMENTES POSTS DOS OUTROS COM O QUE NÃO GOSTARIAS QUE COMENTASSEM OS TEUS.



NOTA: Este comentário nunca aconteceu (Eu adoro o Bob Marley tal como adoro o meu grande amigo David)!... É meramente ilustrativo desta minha brincadeira de fazer "updates" de provérbios, adaptando-os aos nossos dias e ás redes sociais.
;)
As minhas desculpas ao meu amigo David, por o ter usado como cobaia.
Hehehe

sexta-feira, 27 de maio de 2011

NA VIDA E NO TEATRO

Já tenho uns anitos de vida e quanto mais "cresço" mais me convenço que, regra geral...

No teatro e nos Homens/Mulheres... Quanto melhor o "cenário", pior a "peça"!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

A NOSSA JUSTIÇA... UM TEATRO.

1 prolema...


A Justiça no nosso País é uma comédia (para quem a Ela se escapa)... um drama (para quem dEla precisa)... uma farsa (para quem A "pratica")... e uma tragédia (para a maioria dos que Cá vivem e minimamente pensam).

... Outro


Esta é mesmo só pela "piada":

:(

segunda-feira, 7 de março de 2011

Coração + Razão



O coração diz-me que sim…
Também diz que sim, a razão!
Vou amar-te até ao fim!
E a esse fim digo eu que não.

sexta-feira, 4 de março de 2011

FELIZ?!... MUITO!




Mais vale ser-se feliz e expansivo, até correndo o risco de roçar ou mesmo cair no ridículo, que ser-se infeliz e contido com receio do “julgamento” de outros.
Sei que a minha felicidade e a dela têm contribuído (Mesmo que de uma forma ínfima comparativamente com a que estamos a viver) para fazer felizes as pessoas que gostam de nós. Isso deixa-me ainda mais feliz (Se é que isso é possível.).
Obrigado a todos os que partilham a nossa felicidade e desculpem os que a sentem de outra maneira!... A inveja é um sentimento muito triste!
Adoro a Mulher que és quase tanto quanto adoro o Homem que sou!
Narcisista?!... Talvez!... Mas feliz?!... Sem dúvida!... Muito!


Katie Melua - Closest Thing To Crazy


Aproveito para relembrar:

A vida é para ser vivida!...
Não vale a pena fugir de possíveis tristezas futuras, evitando felicidades presentes.


:)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

PRESENTE :)


Só o Presente vale!
O Passado... Passou!
O Futuro... Há-de vir!
Só o Presente vale!...
E quanto?!...
Tanto, tanto, tanto!

(Adoro-te, Marisa!)

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Não existe nada de mais valioso no mundo, que aquilo que o dinheiro não pode comprar.


Não existe nada de mais valioso no mundo, que aquilo que o dinheiro não pode comprar.
Exemplo disso é o respeito, no mais vasto sentido da palavra. Ser-se respeitado e saber respeitar. Ou se é e se tem, ou dinheiro nenhum deste mundo será capaz de comprar algum destes dois respeitos.
Outro, é o tempo para estar com quem amo. Dêem-me em troca desse tempo, todas as reservas em ouro do Banco de Portugal (Das quais tanto se tem falado nos últimos dias. Afinal somos um país rico e não sabíamos(ironia)), que eu recuso-as.
A amizade. Vá lá o rico comprar uma verdadeira amizade que o melhor que consegue é um espécie de sucedâneo… nunca uma Amizade. Não troco os Amigos que tenho por luxo nenhum deste planeta.
Tal como a amizade o amor não se vende… dá-se. Não se compra… recebe-se.
Tudo o resto é uma ilusão.
Não posso deixar de mencionar a saúde, como é óbvio. Sem ela é que são elas, e quantas vezes não existe dinheiro que a valha? Quantos milionários sucumbem a uma das muitas doenças existentes, sem que os seus milhões os consigam resgatar?
Posso viver sem qualquer tipo de bens materiais mas não posso viver sem saúde, amor, amizade, e acima de tudo respeito por quem sou e auto-estima. Só quem não tem suficiente auto-estima comete suicídio (tenha milhões ou tostões).
Por estas e por outras, reforço:
Sem dúvida que não existe nada de mais valioso no mundo, que aquilo que o dinheiro não pode comprar.
Felizmente não alimento a minha estima com o que tenho e sim com o que sou.
Pobres dos que assim não são.

Posso viver alguns dias, até sem comida nenhuma mas sem saúde nenhuma, morro… Sem auto-estima nenhuma, mato-me.